• Usinas Itamarati
  • Busca
 
 
 
 
 

Notícias

Projeto “Escrevo Meu Futuro”, de Nova Olímpia (MT)
05/10/2010

Criado pela Usinas Itamarati, o Projeto “Escrevo meu Futuro” – em parceria com o SESI-MT, desde 2010 –, tem como objetivo a elevação da escolaridade de seus trabalhadores, incentivando o início do processo de alfabetização ou o retorno aos bancos escolares da 1ª série ao Ensino Médio. Para evitar a evasão escolar, são adotadas ferramentas que possibilitem a permanência e o prosseguimento dos estudos. Uma delas é o Projeto “Esporte como facilitador do ensino e aprendizagem”, iniciativa de Leandro Dallazen e Marta Barbosa, professores do “Escrevo Meu Futuro”, da cidade de Nova Olímpia (MT). Iniciado no mês de setembro deste ano, o evento é realizado aos sábados de manhã, na Escola Estadual Profa. Francisca de Souza Alencar (Nova Olímpia), reunindo todas as turmas da 1ª série ao Ensino Fundamental. Os alunos montam equipes e disputam entre si. A competição é motivo de descontração e integração entre os alunos das diversas turmas e os professores. Ao final, é realizada uma confraternização com um almoço coletivo. As famílias dos alunos também são convidadas para participar das atividades aos sábados. “Aumentou o entrosamento entre os alunos e a família é a grande incentivadora dos estudos”, diz Leandro Dallazen – professor de Matemática. Marta Barbosa, professora do curso de alfabetização do “Escrevo Meu Futuro”, vê com alegria a participação dos alunos, o que representa um envolvimento ainda maior com as aulas. Segundo os professores responsáveis, existe a vontade de trazer os alunos do Projeto de Denise para também participar destas atividades, o que fortaleceria ainda mais os laços entre eles. Com o aumento da procura pelos cursos, a área de Recursos Humanos da empresa criou o Centro de Desenvolvimento Itamarati para atender a essa demanda. As turmas foram ampliadas, horários especiais criados e as aulas anteriormente ministradas nos refeitórios passaram para salas apropriadas. Atualmente 219 empregados freqüentam as aulas, desde a alfabetização ao Ensino Médio, nos períodos matutino, vespertino e noturno